All for Joomla All for Webmasters

 

 

DEZ MITOS SOBRE OS SENTIMENTOS CANINOS.
Tem cachorro que parece agir como gente. Na realidade, o comportamento do animal nada tem a ver com as emoções nem com a inteligência humanas.

 

O que o dono diz:
1) “Meu cachorro destruiu o sofá para me punir porque o deixei sozinho o dia inteiro”
A verdade:
Vingança exigiria raciocínio além da capacidade canina. Uma explicação melhor: a solidão causa ansiedade e o cão extravasa latindo, mordendo e destroçando objetos.

 

 

O que o dono diz:
2) “Ele está com o rabo entre as pernas porque sabe que fez coisa errada e se sente culpado”
A verdade:
Cães não sentem culpa. É a experiência que o leva a associar lixo espalhado com bronca e dono nervoso.

 

 

O que o dono diz:
3) “Vou viajar por três semanas e tenho medo que o cachorro sinta saudade”
A verdade:
Tanto faz uma ou três semanas, pois a noção de tempo do cão é limitada. Ele se desespera no começo, pois percebe a ausência, mas depois tende a se acostumar.

 

 

O que o dono diz:
4) “O cão fez xixi no meu travesseiro por desaforo porque eu lhe dei uma bronca”
A verdade:
Não se trata de desaforo. O xixi serve para demarcar território. Como o animal se sente desafiado, deixa seu cheiro num lugar onde quem o puniu passe muito tempo.

 

 

O que o dono diz:
5) “Ele sabe quando eu estou triste ou deprimido. Até parece que consegue ler meus pensamentos”
A verdade:
O cão é especialista em detectar mudanças na expressão, no tom de voz, no cheiro e na atitude humanas. Mas só o homem é capaz de avaliar o pensamento alheio.

 

 

O que o dono diz:
6) “Ele entenda tudo o que eu falo”
A verdade:
Um cão pode aprender duas centenas de expressões. É só. Não entende frases complexas e, obviamente, não tem noção de sintaxe.

 

 

O que o dono diz:
7) “É preciso esfregar o focinho do cachorro na bagunça (ou no xixi) e bater nele ou gritar para que aprenda a não fazer mais isso”
A verdade:
A punição só tem efeito se o cão for pego em flagrante. Ele é incapaz de associar a bronca com o ocorrido uma a duas horas antes.

 

 

O que o dono diz:
8) “Ele adora ver filmes e novelas na TV”
A verdade:
O barulho e as imagens atraem a atenção do cão, em geral por pouco tempo. Mas ele tende a imitar o comportamento humano e, se os donos elogiarem, sente-se estimulado a continuar diante da TV.

 

 

O que o dono diz:
9) “Ele ficou agressivo desde que eu trouxe outro filhote para casa. Está com ciúme e tem medo de que eu não goste mais dele”
A verdade:
Cão não sente ciúme, mas protege seu território e disputa a atenção dos donos. Isso o faz ficar mais agressivo.

 

 

O que o dono diz:
10) “Meu cão é muito vaidoso, sente-se bonito quando toma banho e coloca uma roupa nova. Se a gente não elogia, fica chateado”
A verdade:
Um cão conhece o próprio cheiro, mas é incapaz de reconhecer sua imagem no espelho. Imagine se vai se achar feio ou bonito. O que o deixa contente são os elogios e afagos humanos.

 

 

Fonte: Cive Wynne, da Universidade da Flórida; Staniey Coren, autor de Como Pensam os Cães, Alexandre Rossi da Organização Cão Cidadão; e Mauro Lantzman, da PUC-SP. Publicado na Revista VEJA Ed. Abril nº. 32 de 16 de Agosto de 2006.