Causas, tratamentos e dicas para cães que possuem incontinência urinária

 

A incontinência urinária acontece quando o cachorro não consegue controlar sua bexiga, e dependendo da severidade, pode ir desde apenas pequenos vazamentos de urina até grandes quantidades.

Geralmente é decorrente da idade mas pode atingir cães de todas as idades, tamanhos e raças.

Os sintomas mais comuns da incontinência urinária são o gotejamento de urina e a lambedura excessiva na área da vulva e do pênis.

Pode acontecer dos episódios diminuírem, assim como progredirem para infecções mais sérias na bexiga, rins e na área da pele que entra em contato com a urina.

Existem diversas causas que podem ser responsáveis pela incontinência urinária no seu cachorro, por isso é tão importante levá-lo ao veterinário ao notar mudanças no comportamento do seu pet e identificar que ele não está conseguindo controlar a urina.

O médico veterinário irá investigar a causa exata e determinar o tratamento a ser seguido. Testes que podem ser inclusos na consulta:

– Urinalise, para determinar se o cão está com alguma infecção na bexiga, nesse caso tratada com antibióticos;

– Radiografia;

– Ultrassom.

Nunca tome nenhuma decisão sem consultar o seu veterinário. Visto que há muitas causas que podem ser responsáveis pela incontinência urinária. Diminuir a quantidade de água do seu cão ou brigar com ele, por uma condição de saúde que ele não pode controlar, além de não resolver nada, atinge negativamente seu cachorro.

O que causa incontinência urinária em cachorros?

– Desequilíbrio hormonal;

– Esfíncter da bexiga fraca;

– Infecção urinária;

– Cálculo renal;

– Lesão ou degeneração da coluna vertebral (freqüentemente visto em pastores alemães);

– Hérnia;

– Doenças na próstata;

– A presença de outras doenças que causam o consumo excessivo de água, tais como a diabetes, doenças renais, hiperadrenocorticismo;

– Anomalias congênitas;

– Distúrbios anatômicos;

– Certos medicamentos.

 

Tratamentos possíveis para Incontinência Urinária

Os tratamentos dependem da causa da Incontinência Urinária. Medicações podem prevenir acidentes. Alguns focam em terapias hormonais e outros em fortalecer os músculos da bexiga para assim controlar o fluxo de urina. A cirurgia também pode ser uma opção nos casos de pedras nos rins e anomalia congênita.

 

O que fazer se o seu cão tem incontinência urinária

– Coloque tapetes higiênicos descartáveis que poderão absorver a urina na cama do seu pet e garantir mais conforto;

– Leve o seu cão para mais passeios, incluindo o período da manhã, assim que ele acordar e pouco antes de dormir;

– Para garantir mais higiene, indicamos o uso das fraldas descartáveis que são anatômicas e com modelos exclusivos para eles e para elas – deixam a casa limpa, sem cheiro de xixi e evitam acidentes, pois o pet pode fazer xixi e escorregar nele;

– Mantenha-o sempre limpo para evitar infecções na pele

– Esteja sempre de olho nos sintomas do seu cachorro e entre em contato com o veterinário caso ocorra qualquer mudança.

Achamos um vídeo super legal com uma entrevista de uma dona que tem uma cachorrinha incontinente e sua veterinária, que podem esclarecer algumas dúvidas:

 

A boa notícia é que o mercado pet tem desenvolvido inovações para facilitar nesses casos, com tecnologia de ponta, proporcionando a eles mais conforto e bem estar para toda família. Basta ter paciência e se adaptar, que tudo se resolve e vida que segue.

Até o próximo post… 🖤

Fontes: ASPCA Chicago Tribune