All for Joomla All for Webmasters

Cio

– Esse repost usou como fonte o BLOG Tips da Penny, uma cliente muito especial 🙂 e foi feito com a colaboração da veterinária dela Dra. Mirella Alegri – Estamos replicando aqui o texto pois achamos interessante o ponto de vista de uma “mãe de cachorro” que pode ajudar outras “mães” que possam ter as mesmas dúvidas e adoramos a indicação das nossas fraldas 🙂

(SENTA QUE LÁ VEM TEXTÃO) 🙂

A Penny entrou no cio, nessa época ela fica mega manhosa e seu comportamento muda completamente.

Cada cachorrinha reage ao cio de uma forma, algumas ficam manhosas como a Penny e outras ficam bem assanhadinhas, o fato é que não podemos ignorar o que elas sentem e temos respeitar esse momento.

O primeiro cio costuma vir a partir dos 6 meses de idade, dura cerca de 20 dias, acontece periodicamente num intervalo de 6/8 meses e o processo é similar a menstruação humana, o últero aumenta e elas sentem cólicas e por isso algumas ficam mais amoadinhas, consulte seu médico veterinário para saber como proceder para amenizar as dores do seu animal.

No caso da Penny, ela não tem comportamento sexual, logo no começo ela fica amoada, quietinha, passa o dia deitada dormindo, tudo isso devido as cólicas, mas conforme vai passando ela vai melhorando e conseguimos até passear com ela.

Não existe problema nenhum em sair de casa com sua filhinha no período do cio, desde que ela esteja disposta a isso, basta prestar atenção e ficar de olho nos outros animais, pois eles ficam extremamente atraídos, inclusive alguns que são castrados.

Fralda, calcinha, o que usar? Qual tamanho ideal? Quais cuidados tomar?

Isso vai variar muito de acordo com o cachorro e seu comportamento e existem animais que você “nem percebe” que entraram no cio, é o chamado cio seco e nós acabamos nem vendo sangue.

No mercado, você encontra uma variedade grande de fraldas e calcinhas higiênicas, mas eu particularmente prefiro as fraldas pelo simples motivo de: PRATICIDADE! As fraldinhas são parecidas com fraldas de bebês, tem um furo para sair o rabinho e absorvem o xixi, eu uso na Penny a marca Dog’s Care (não é publi, é indicação) tamanho PP, mas eles tem opção até o G (cães de até 20kg), quanto ao tamanho ideal, eles tem a tabelinha na embalagem, com as medidas e peso certinho, eu recomendo seguir isso, já usei a P na Penny e ela ficou incomodada, já a PP dá super certo, comprando o tamanho certo também irá facilitar a aceitação do animal e a chance dele querer arrancar vai ser bem menor.

Dog's Care Ecofralda tamanho PP c/ 12 unidades. Preço médio: R$30,00.

IMG_2074

Eu gosto muito dessa marca, ela não vaza, segura bem o xixi, não aperta e não incomoda o animal, além disso ela é oxi-biodegradável, ou seja, o material se decompõe no meio-ambiente em apenas 18 meses <3

Há quem use fralda de bebê mesmo e corta um pedacinho pra deixar o rabo pra fora, é uma opção mais econômica, porém, não deu muito certo por aqui, a fralda cortada solta o material absorvente que tem nela e o cachorro pode acabar ingerindo, além de sujar a casa toda.

É muito importante higienizar a vulva da cachorrinha a cada troca de fralda, afinal o sangue pode ficar grudado nos pelinhos. Existem lenços umedecidos para animais, mas eu prefiro utilizar apenas um algodão com água, acho que agride menos a pele.

Pequenas lesões, assaduras e até mesmo “alergias” podem surgir já que a fralda fica em contato com a pele do animal o tempo todo, durante todo o período do cio, que não é curto, com a Penny aconteceu uma vez e eu utilizei Bepantol, caso isso ocorra, consulte um médico veterinário.

*Vale aqui a observação que nossas fraldas são esterilizadas para evitar proliferação de fungos e bactérias que podem causar assadura. São feitas com matéria-prima de 1a qualidade e passam por um rígido processo de qualidade para garantir máximo conforto e absorção. Como o CIO deixa a região úmida o tempo todo, indicamos a troca da fralda em menos tempos dependendo do fluxo de sangue, para garantir que ela fique sequinha 🙂 

Comportamento sexual e mudança de comportamento durante o cio, porquê?

Muitos bichinhos tem comportamento sexual, é normal! Isso não vem só do ovário ou do testículo, vem do cérebro também e não existe um tratamento, se for excessivo e estiver lhe incomodando a recomendação é procurar um especialista em comportamento animal e fazer um trabalho de adestramento.

Alguns animais são medrosos e mais retraídos, porém, durante o período do cio ficam mais sociáveis. Isso ocorre pela produção de hormônios, eles fazem com que as fêmeas fiquem mais sociáveis para atrair os machos e procriar.

Se eu quiser cruzar meu pet, o que fazer e quais cuidados necessários? 

Esse assunto é um tanto quanto polêmico, a quem defenda a procriação apenas por criadores e eu confesso que tenho uma tendência a defender isso também, mas é o que eu penso e não é por esse motivo que não iria tirar as dúvidas de vocês, afinal, eu pedi perguntas, vocês perguntaram e minha obrigação é responder, né?

A idade ideal para a cruza, é quando a fêmea atinge maturidade sexual, isso ocorre a partir dos 2 anos. Pela experiência da Dra. Mirella, é mais comum ter distocia (problemas no parto) quando a cachorrinha tem mais de 7 anos, então a indicação dela é que seja feito entre 2 e 7 anos.

A recomendação é que a fêmea seja levada até a casa do macho, pois quando elas estão no seu próprio ambiente elas ficam mais retraídas e o risco que não aceitarem o macho é grande.

O período fértil é a partir do 11º dia do início do sangramento, que é quando elas começam a ficar receptivas e eles podem começar a ficar juntos pra irem se conhecendo e se aceitando, a partir do 9º dia.

O ideal é que eles fiquem juntos e cruzem por 3/4 vezes, mas cuidado para que não seja em dias muito separados, no máximo dois dias seguidos, pois a gestação da cadela é curta, dura apenas 63 dias e podem ter bebês de 60 dias que não estava prontos e bebês de 63 dias perfeitos para nascer, isso coloca em risco a vida da mãe.

Pseudociese (Gravidez Psicológica)

 A pseudociese, mais conhecida como gravidez psicológica, é uma alteração hormonal, normalmente ocorre 2 meses após o início do sangramento e faz com que a cadelinha se comporte como se tivesse bebês e produza leite e é muito comum que ela fique mais escondida, procurando lugares para fazer ninho, tipo embaixo da cama e que adote algum objeto como filho (ex.: controle remoto, almofada, bichinho de pelúcia).

É muito importante não deixá-las lamber as mamas, pois isso estimula a produção de leite, em alguns casos mais intensos pode desenvolver mastite, que é a inflamação das glândulas mamárias, se isso ocorrer, procure um veterinário, pois causa muita dor e o tratamento é complexo.

A recomendação é que animais com histórico de pseudociese sejam castrados, pois eles tem predisposição para desenvolver tumores mamários.

Castração

 Os benefícios da castração são inúmeros e eu super levanto essa bandeira!

Um animal castrado fica mais tranquilo, menos territorialista, ajuda a diminuir o comportamento sexual, diminui as chances de desenvolver tumores e muitas outras coisas, não irei me aprofundar muito, pois quero fazer um post específico sobre castração.

A Penny ainda não é castrada pois ela tem hidrocefalia e pra que ela passe por qualquer procedimento que seja muito estressante ou que necessite de anestesia, primeiro ela precisava da liberação da veterinária e do neurologista dela, isso já resolvemos, além disso ela necessita de acompanhamento médico específico para que todos os sinais vitais sejam monitorados durante o procedimento, só que isso não é nem um pouco barato e no momento não temos condições financeiras de pagar, então adiamos a castração, mas sim, ela será castrada assim que possível.

fonte: http://tipsdapenny.com.br/2016/04/19/vamos-conversar-sobre-cio/